As novidades chegam primeiro aqui.
Grupo Tectonny

Saúde e Beleza

Para brilhar: C&A apresenta coleção inédita em parceria com a Swarovski

iG São Paulo

A famosa marca austríaca coloca seus cristais em 24 modelos, entre peças de alfaiataria, camisas, shorts e calças jeans

A C&A lança uma coleção brilhante em parceria inédita com a Swarovski. A marca austríaca se uniu à rede e criou 24 modelos, entre peças de alfaiataria, camisas clássicas, tops, shorts, blazers e calças jeans. Os cristais aparecem nos detalhes: em botões de 20mm costurados à mão, em rebites nos bolsos das calças e com uma variação de tons na lapela das camisas. Os preços variam de R$ 79,90 a R$ 149,90.

A coleção será lançada a partir de 2 de setembro e estará disponível em lojas selecionadas pelo Brasil.

LEIA AQUI TODAS AS NOTÍCIAS DE MODA


Qual foi a famosa mais bem-vestida do Emmy Awards 2014?

iG São Paulo

Longos com cauda e até um curtinho poderoso: veja as escolhas das estrelas no tapete vermelho e na festa pós-premiação

                              LEIA AQUI TODAS AS NOTÍCIAS DE MODA

Veja também: Make em tons claros e coques clássicos foram destaque no Emmy 2014

Ao premiar “Breaking Bad” e “Modern Family”, Emmy 2014 praticamente repete 2013



Make em tons claros e coques clássicos foram destaque no Emmy 2014

Marcela Zanetti

Veja as escolhas das celebridades para o evento que premiou o melhor da TV americana e inspire-se!

Uzo Aduba investiu no tom champanhe para os olhos e num topete bem modelado

Uzo Aduba investiu no tom champanhe para os olhos e num topete bem modelado

Foto: Getty Images

Teyonah Parris se destacou pelo coque bem volumoso e trançado, combinando com tons de rosa-claro nos olhos e nos lábios

Teyonah Parris se destacou pelo coque bem volumoso e trançado, combinando com tons de rosa-claro nos olhos e nos lábios

Foto: Getty Images

Sophia Vergara foi bem simples , apostando no cabelo solto e ondulado e no batom terracota avermelhado

Sophia Vergara foi bem simples , apostando no cabelo solto e ondulado e no batom terracota avermelhado

Foto: Getty Images

A atriz Sarah Hyland chamou atenção com o coque no topo da cabeça e as sobrancelhas bem marcadas, além de tons marrons e nude na maquiagem

A atriz Sarah Hyland chamou atenção com o coque no topo da cabeça e as sobrancelhas bem marcadas, além de tons marrons e nude na maquiagem

Foto: Getty Images

Natasha Lyonne deixou o look bem natural com o cabelo texturizado e lápis preto nos olhos

Natasha Lyonne deixou o look bem natural com o cabelo texturizado e lápis preto nos olhos

Foto: Getty Images

A atriz de Game Of Thrones, Natalie Dormer, deixou o look poderoso dando volume e ondas aos fios e apostando no delineador cobre abaixo dos olhos

A atriz de Game Of Thrones, Natalie Dormer, deixou o look poderoso dando volume e ondas aos fios e apostando no delineador cobre abaixo dos olhos

Foto: Getty Images

A atriz de Big Bang Theory, Melissa Rauch, tinha a franja em destaque e os olhos esfumados de preto

A atriz de Big Bang Theory, Melissa Rauch, tinha a franja em destaque e os olhos esfumados de preto

Foto: Getty Images

Lizzy Caplan usou um coque baixo e elegante, em harmonia com os olhos na cor chumbo e os lábios nude

Lizzy Caplan usou um coque baixo e elegante, em harmonia com os olhos na cor chumbo e os lábios nude

Foto: Getty Images

A atriz de Girls, Lena Dunham, exagerou um pouco ao contornar o olho inteiro de preto com um traço grosso, o look de gala ficou pesado

A atriz de Girls, Lena Dunham, exagerou um pouco ao contornar o olho inteiro de preto com um traço grosso, o look de gala ficou pesado

Foto: Getty Images

Laverne Cox apostou no cabelo ao estilo anos 1920, quase ondulado e os olhos com foco no cinza e no branco

Laverne Cox apostou no cabelo ao estilo anos 1920, quase ondulado e os olhos com foco no cinza e no branco

Foto: Getty Images

A atriz de Orange is The New Black, Laura Prepon, deixou o look bem romântico, com o coque baixo de lado e o contorno preto nos olhos

A atriz de Orange is The New Black, Laura Prepon, deixou o look bem romântico, com o coque baixo de lado e o contorno preto nos olhos

Foto: Getty Images

A comediante Kristen Wiig também foi de cabelo curto e despojado, com tons de roxo e lilás nos olhos

A comediante Kristen Wiig também foi de cabelo curto e despojado, com tons de roxo e lilás nos olhos

Foto: Getty Images

Kelly Ousborne usou as madeixas estilizadas em um topete. Nos olhos, detalhe em gatinho preto com sombra base da cor lilás, combinando com o tom dos fios

Kelly Ousborne usou as madeixas estilizadas em um topete. Nos olhos, detalhe em gatinho preto com sombra base da cor lilás, combinando com o tom dos fios

Foto: Getty Images

Katherine Heigl apostou nos cabelos presos em num despojado coque e também apostou nos olhos levemente esfumados com preto e gloss rosa nos lábios

Katherine Heigl apostou nos cabelos presos em num despojado coque e também apostou nos olhos levemente esfumados com preto e gloss rosa nos lábios

Foto: Getty Images

A atriz de House Of Cards, Kate Mara, foi de cabelos ondulados no estilo amassadinho e investiu no contorno preto dos olhos com sombra prata nos cantos internos

A atriz de House Of Cards, Kate Mara, foi de cabelos ondulados no estilo amassadinho e investiu no contorno preto dos olhos com sombra prata nos cantos internos

Foto: Getty Images

A atriz Kaley Cuoco chegou ao evento com o corte pixie cut e tons lilás na maquiagem

A atriz Kaley Cuoco chegou ao evento com o corte pixie cut e tons lilás na maquiagem

Foto: Getty Images

Julia Louis escolheu o cabelo com camadas e volume, deixando o olho suavemente esfumado

Julia Louis escolheu o cabelo com camadas e volume, deixando o olho suavemente esfumado

Foto: Getty Images

January Jones apostou no batom vermelho-sangue e olhos gatinho, complementando as tranças que envolviam toda a cabeça

January Jones apostou no batom vermelho-sangue e olhos gatinho, complementando as tranças que envolviam toda a cabeça

Foto: Getty Images

Heidi Klum apostou no cabelo ondulado e maquiagem bem nude, com um leve blush rosa nas maçãs do rosto

Heidi Klum apostou no cabelo ondulado e maquiagem bem nude, com um leve blush rosa nas maçãs do rosto

Foto: Getty Images

A gravidíssima Hayden Panettiere foi de tiara nos cabelos ondulados. No rosto, make natural e olhos com glitter

A gravidíssima Hayden Panettiere foi de tiara nos cabelos ondulados. No rosto, make natural e olhos com glitter

Foto: Getty Images

A cantora Gwen Stefani apostou nos fios lisos e nos olhos com tons metálicos

A cantora Gwen Stefani apostou nos fios lisos e nos olhos com tons metálicos

Foto: Getty Images

Debra Messing escolheu os olhos bem esfumados pretos e as sobrancelhas bem delineadas

Debra Messing escolheu os olhos bem esfumados pretos e as sobrancelhas bem delineadas

Foto: Getty Images

A atriz Christina Hendricks escolheu lábios em tom coral e um leve esfumado nude e marrom nos olhos

A atriz Christina Hendricks escolheu lábios em tom coral e um leve esfumado nude e marrom nos olhos

Foto: Getty Images

Amy Poehler estilizou os fios com ondas e manteve a maquiagem natural

Amy Poehler estilizou os fios com ondas e manteve a maquiagem natural

Foto: Getty Images

A atriz Allison Williams investiu no coque bem clean e no esfumado com toques de sombra dourada no canto interno dos olhos

A atriz Allison Williams investiu no coque bem clean e no esfumado com toques de sombra dourada no canto interno dos olhos

Foto: Getty Images


Leia mais no Delas




8 erros de reciclagem que você pode estar cometendo

6 erros de em que voce pode estar cometendo 8 erros de reciclagem que você pode estar cometendo

Foto: Thinkstock

O Brasil produz cerca de 61 milhões de toneladas de lixo por ano, de acordo com o Panorama dos Resíduos Sólidos de 2010. O estudo foi realizado pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais, a Abrelpe, há quatro anos, mas mostra que a quantidade de detritos descartada pela população é bastante alta.

A pesquisa revela ainda que os estados que abrigam grandes metrópoles são os que mais produzem lixo. São Paulo gera cerca de 57 mil toneladas por dia e o Rio de Janeiro, gera 21 mil toneladas por dia.

[dicas_ads]

Mas, e se em vez de jogar tudo isso fora, uma parte desse volume de detritos fossem reaproveitados? O desperdício seria menor e o meio ambiente sofreria menos com os problemas gerados pelo mau aproveitamento de alimentos ou de objetos feitos de plástico, papel, etc.

João da Cruz Filho, gerente de vendas do Instituto Reciclar, defende que ainda que a reciclagem é relevante não só pela questão ambiental. “Além do fator ambiental, há ainda o econômico e o social. A reciclagem tem transformado a vida de muitas comunidades, se tornando em muitos casos fonte de renda para várias famílias”.

Reciclar é mais do que necessário nos dias de hoje, mas pode não ser tão fácil assim. Afinal, são muitos os materiais que são descartados pelas famílias brasileiras e ao tentar começar o processo de reciclagem, elas podem estar cometendo erros. O especialista da entidade afirma porque ainda ocorrem enganos. “Por puro desconhecimento e falta de informação”. Ele explica ainda que o descarte de produtos contaminados é algo bastante comum entre os equívocos cometidos.

Existem outros deslizes que podem ocorrer. Antes de colocar a mão na massa para reaproveitar o lixo da sua casa, confira aqui os maiores erros de reciclagem e saiba como evitá-los.

Os erros mais comuns de reciclagem e de separação do lixo

6 erros de em que voce pode estar cometendo 2 8 erros de reciclagem que você pode estar cometendo

Foto: Thinkstock

1. Separar o lixo de forma errada

Uma das etapas mais importantes da reciclagem é separar o lixo. A separação do lixo facilita o trabalho daqueles que vivem disso, como catadores, garis e ainda de organizações que se dedicam a reciclar resíduos. Se no seu bairro houver coleta seletiva, melhor ainda. Dessa forma, haverá um destino correto para todo tipo de material descartado.

2. Separar apenas os resíduos orgânicos

Muitas pessoas pensam que não misturar a comida com o restante do lixo já é o suficiente, porém, o trabalho de separação de resíduos é muito mais que isso. Este é um processo que merece atenção. Papel, alumínio, pilhas, plástico e restos de comida devem ficar em sacolas diferentes. Além disso, é preciso ficar atento para não descartar junto com eles alguns itens que não podem ser reciclados, como aqueles que contém substâncias tóxicas.

3. Descartar eletrônicos no lixo comum

Em pouco mais de um ano, um celular já pode estar obsoleto. Surgem modelos novos a todo momento e os eletrônicos são cada vez mais descartáveis. A necessidade da compra se faz cada vez mais presente e com isso se torna um hábito acumular aparelhos de telefonia móvel, notebooks e computadores de desktop antigos em casa. Mas engana-se quem pensa que ao fazer uma limpeza em casa, é só juntar os objetos acumulados e jogá-los na lixeira.

Estima-se que no Brasil apenas 2 % dos celulares sejam destinados à reciclagem, o que provoca danos ao meio ambiente. Mas já é possível mudar este panorama. Existem projetos e Organizações Não-Governamentais, que atendem a esta demanda.

Há inclusive um programa do Ministério das Comunicações, que recebe computadores antigos para ações de inclusão digital. Os dispositivos podem ser recebidos nos chamados Centros de Recondicionamento de Computadores. Além disso, há uma série de empresas que fazem este tipo de coleta de lixo. Você pode ainda verificar se a empresa de que você adquiriu o dispositivo pode recebê-lo de volta. Muitas já prestam este serviço.

4. Não separar os diferentes tipos de vidro

Vidros possuem composições diferentes. Copos e jarras transparentes não são iguais a porcelanas, espelhos e lâmpadas. Quando estes itens se quebrarem ou você simplesmente decidir jogá-los fora, separe antes o que é vidro translúcido e o que não é. Assim você facilita o trabalho daqueles que dependem da reciclagem.

5. Deixar objetos cortantes desprotegidos

Uma coisa é certa: você não será a última pessoa a tocar neste lixo. Catadores, garis, pessoas em condições extremas de pobreza e até mesmo animais podem revirar os seus resíduos, seja à procura de alimentos, de objetos para o próprio uso ou para reciclagem. Por isso, proteja-os com caixas de papelão ou enrole em folhas de jornal objetos cortantes que foram descartados, como pedaços de vidro, facas, lâminas e quaisquer outros materiais pontiagudos ou que possam machucar alguém”

6. Jogar fora embalagens sujas

Não adianta, se a embalagem estiver suja será mais difícil e demorado reciclá-la. Caixas de pizza e que guardam outros tipos de alimentos, com trios de lanches fast-food, ficam engordurados por causa da comida que carregam. Este tipo de material deve ser desconsiderado e o restante, lavado.

7. Separar papel picado para reciclagem

O papel picado costuma ser mais difícil de reciclar do que o papel em seu tamanho normal. Isso acontece porque as máquinas que fazem o trabalho de reaproveitar o papel usado não conseguem capturar tamanhos tão pequenos. Então, se você tem papel na sua casa, não precisa recortá-lo, basta separar de outros produtos que irá jogar fora e entregar para as empresas que costumam fazer este trabalho na sua região.

8. Acreditar que todo lixo é reciclável

Nem tudo o que não merece mais espaço dentro de casa é reciclável. Muitas vezes o papel é separado em uma sacola, mas ali mesmo há diferentes tipos de papel. Muitos podem ser reaproveitados e outros não. Veja aqui alguns resíduos que não podem ser reciclados:

  • Latas de tinta, latas de aerosol, latas de pesticida e semelhantes;
  • Papel Carbono, celofane, embalagens, engorduradas ou siliconadas;
  • Papel engordurado, fotografias, CDs e DVDs, exames de raio-X;
  • Sacos de cimento e outros materiais de construção, cabos de panela;
  • Ampolas de medicamentos, vidros de carros, cristais, espelhos, lâmpadas.

Como você pode perceber, a reciclagem não envolve apenas separar materiais como papel, plástico, vidro, alumínio, metal e lixo orgânico. É toda uma cadeia que envolve pessoas, empresas e o poder público. É um processo que depende de muita gente, inclusive você.

Reciclar, por quê? Conheça bons motivos para adotar a prática

6 erros de em que voce pode estar cometendo 3 8 erros de reciclagem que você pode estar cometendo

Foto: Thinkstock

Sabe-se que o meio ambiente agradece quando as pessoas aderem à reciclagem. Afinal, só o plástico demora até 400 anos para se decompor. O vidro pode durar milhares de anos para cumprir todas as etapas de deterioração. E o alumínio leva cerca de 600 anos para voltar a forma natural. Se estes itens não forem direto para a lixeira, e sim reutilizados, a natureza é poupada de alguns problemas e o homem também.

João da Cruz reforça porquê o reaproveitamento deve ser adotado. “O volume de lixo nas grandes cidades é cada vez maior, por isso a reciclagem é tão importante. Além disso, há o valor econômico que ela pode gerar”, afirma. Ele confirma também que o hábito da reciclagem é algo cultural. Quanto mais os brasileiros se esforçarem para fazer parte deste movimento, mais isso vai se tornar algo natural para a população.

Com esforço coletivo ficaria muito mais fácil salvar o meio ambiente e ajudar a pronlongar a vida útil dos objetos que são adquiridos pela população. Mas nem todos possuem este tipo de consciência. Segundo Franciele de Jesus, da empresa Ecoassist, especializada em descarte e recebimento de lixo, nem mesmo o poder público estimula a coleta seletiva. “Apenas 14% da população tem acesso a Coleta Seletiva. São poucas as residências que recebem o sistema de e porta em porta, e quem deseja descartar corretamente deverá encontrar o ponto de coleta mais próximo”, explicou.

Franciele conta também que há casos em que o lixo é de um tamanho grande demais, como sofás e móveis. Nestes casos é preciso recorrer a soluções específicas, como entrar em contato com empresas especializadas nestes serviços. Ou ainda procurar saber se o governo municipal recolher entulhos, através das companhias públicas de limpeza urbana.

Se você ainda precisa de motivos para começar a reciclar, veja mais alguns deles a seguir.

  • Pelo meio ambiente: afinal, o aquecimento global não está acontecendo à toa. Quanto mais os produtos forem utilizados, menor será a necessidade de produzir mais e acabar com os recursos do planeta. O uso inteligente do que está disponível na natureza é a solução.

  • Pela economia: usar algo mais de uma vez gera economia de recursos naturais, mas também de recursos financeiros. A dona de casa que utiliza as cascas dos alimentos para produzir mais comida para a família consegue economizar no final do mês. Ao produzir peças de artesanato com itens de plástico como garrafas PET ou até mesmo com cartões de crédito que perderam a validade, é possível agregar até mesmo um valor maior ao produto e revendê-lo.

  • Pela questão social: há muitas pessoas que sobrevivem de catar lixo. Quando o lixo não vem separado elas fazem este trabalho e em coletivos ou empresas, conseguem reciclar ou dar um bom destino ao que é descartado pela população. Em alguns casos, a reciclagem ajuda ainda as pessoas em outros campos da vida. O Instituto Reciclar, por exemplo, faz com que o reaproveitamento ajude jovens carentes a encontrarem novas oportunidades de cidadania, educação e aprendizado.

Vídeo: como separar o lixo para a coleta seletiva

Confira as instruções no vídeo a seguir para fazer uma seleção correta de cada tipo de lixo reciclável e não reciclável. Assim, você facilita a vida de quem vive da reciclagem e colabora com o meio ambiente e a economia.

Agora você já sabe o que fazer para reciclar e quais as principais regras para começar a fazer parte deste processo. Não jogue fora, reaproveite! Assim você fará um grande bem ao planeta.

O post 8 erros de reciclagem que você pode estar cometendo apareceu primeiro em Dicas de Mulher.

Esmalte antiestupro muda de cor se há droga na bebida

iG São Paulo

O produto, ainda em testes, foi desenvolvido como uma arma de defesa feminina contra drogas como o “boa noite cinderela”

Proteger o maior número possível de mulheres da experiência da violência do estupro com um recurso simples de aplicar, discreto e barato.

Com esse objetivo um grupo de estudantes da Universidade Estadual da Carolina do Norte (EUA) criou um esmalte que muda de cor em contato com substâncias conhecidas como drogas de estupro ou “boa noite cinderela” – a mais famosa é o GHB (gama-hidroxibutirato).

De acordo com a página da empresa Undercover Project no Facebook, somente nos Estados Unidos, 18% das mulheres são vítimas de estupro ao longo da vida e o uso de substâncias para facilitar o abuso e a violência sexual contra mulheres é algo comum, em especial no âmbito estudantil.

“Isso é quase uma em cada cinco mulheres em nosso país. Podemos não saber quem são, mas essas mulheres têm um rosto. Eles são as nossas filhas, nossas namoradas e nossas amigas”, diz o texto de apresentação da startup criada por Tasso Von Windheim, Tyler Confrey-Maloney, Stephan Gray and Ankesh Madan para desenvolver e produzir os esmaltes.

Leia mais: O silêncio pode piorar as consequências do trauma

Uma vez aplicado nas unhas, o esmalte permite à mulher testar a presença de drogas de abuso na bebida apenas mexendo o drinque discretamente com o dedo. O produto ainda está em testes, mas não deve demorar para chegar ao mercado, já que conseguiu atrair a atenção de investidores de peso depois que a empresa ficou entre os seminfinalistas da Kairos 50, uma iniciativa global para premiar empreendedores com menos de 25 anos.

Leia mais no Delas


Gisele Bündchen aposta em looks brancos em sua passagem pelo Brasil

iG São Paulo

A top, que veio lançar sua nova coleção de lingerie, apareceu com a cor em duas ocasiões nesta segunda-feira (25)

Gisele Bündchen, que está no Brasil para lançar a nova coleção de verão de sua marca de lingerie, a Gisele Bündchen Intimates, mostrou que está apostando em visuais mais claros no guarda-roupa. 

Nesta segunda-feira (25), a modelo apareceu com dois looks brancos: ela usou um macacão com transparência no colo durante a entrevista que deu ao vivo a Ana Maria Braga no programa “Mais Você”, da Globo, e depois embarcou no aeroporto Santos Dumont, no Rio, com um conjunto de calça e blusa brancas, também com transparência e rendas. Mas ela quebrou o branco total do segundo visual com um xale florido. 

                                 VEJA AQUI TODAS AS NOTÍCIAS DE MODA


Lábios vermelhos e cabelos lisos marcaram o VMA 2014

Marcela Zanetti

Veja os erros e acertos nos cabelos e nos rostos das famosas no evento que premiou o melhor da música nos EUA

Leia mais no Delas


12 frases que sabotam a sua conta bancária

Erisson Rosati

Listamos as principais crenças que podem levar sua vida financeira para o abismo. Aprenda a lidar com elas, reverta a situação e saia do vermelho já!

A menos que você tenha dinheiro de sobra, equilibrar as contas e fechar o mês sem dívidas não é uma tarefa fácil. Ainda mais com a oferta de produtos e serviços disponíveis para consumo mediante o simples apertar de botões. O celular do ano, aquela bolsa incrível e até a viagem de final de semana com os amigos podem transformar a vida financeira em um caos.

Mas, qual o melhor caminho para não se tornar um refém das dívidas? Para o médico, professor e pesquisador em Medicina Comportamental da Unifesp, Jô Furlan, um dos principais equívocos de quem gosta de gastar é pensar que fazer compras é algo terapêutico.

“A distração da mente caminha para a busca e aquisição de produtos e serviços, o que costuma dar uma acalmada em possíveis situações que estão gerando estresse ou desconforto. Por isso a pessoa fica com a sensação que esse ato é terapêutico, mas na verdade trata-se apenas de uma fuga”, explica.

Some a isso a facilidade para obter crédito, a falta de educação financeira e de planejamento, e o caminho está aberto para as dívidas. De acordo com o especialista em investimentos Bruno Hora, sócio da BankRio Financial Planning, excesso de compras parceladas, nenhum controle sobre os gastos fixos, muitos cartões de crédito e contas bancárias são o caminho certo para o endividamento.

Faça o teste: Você é uma compradora compulsiva?

O primeiro sinal de que as coisas saíram do controle, segundo especialistas, é quando mais da metade do salário é usada para pagar dívidas, ou quando a pessoa abandona a parcela de algum empréstimo por não conseguir pagá-lo. Neste momento é fundamental mudar de postura e deixar para trás o perfil de gastador.

“Estabelecer objetivos de curto, médio e longo prazos, definir um bom planejamento para alcançá-los e não sabotar o orçamento, trarão enormes resultados que manterão a pessoa longe dos gastos desnecessários”, orienta José Luiz Martins, mentor financeiro e coordenador do Programa de Desenvolvimento da Inteligência Financeira da Universidade da Inteligência (PRODIFI).

Se você faz parte do time dos que brigam com as dívidas, nada de drama. Tudo tem solução e ela pode começar justamente por uma mudança na forma de pensar e de se comportar diante das tentações financeiras. Conheça a seguir alguns pensamentos que você precisa mudar para voltar a ter as finanças equilibradas:

“Comprar me faz tão bem…É uma terapia!”

Foto: Thinkstock/Getty Images

“Vou parcelar no cartão e depois eu pago”

Foto: Thinkstock/Getty Images

“Não é que eu queira, eu preciso deste sapato!”

Foto: Thinkstock/Getty Images

“Eu trabalho tanto, que mereço me dar um presente”

Foto: Thinkstock/Getty Images

“Depois eu pago, não vou pensar nisso agora”

Foto: Thinkstock/Getty Images

“Vou levar, pois está em liquidação”

Foto: Thinkstock/Getty Images

“Mas essa marca é muito melhor do que a outra”

Foto: Thinkstock/Getty Images

“Todo mundo vai estar lá. Também tenho de ir”

Foto: Thinkstock/Getty Images

“Todo mundo tem um desses hoje em dia”

Foto: Thinkstock/Getty Images

“Odeio ficar em casa no fim de semana”

Foto: Thinkstock/Getty Images

“Eu adoro presentear”

Foto: Thinkstock/Getty Images

“Não gosto (ou não sei) lidar com dinheiro”

Foto: Thinkstock/Getty Images


“Comprar me faz tão bem…É uma terapia!”

Essa frase é muito comum entre as mulheres. É fato que o ato de comprar aciona o centro de recompensa no cérebro, que nos traz satisfação e prazer. No entanto, a sensação é passageira e não deve ser usada como desculpa para abusar dos gastos. Muitas vezes, o ato de comprar é mais uma fuga da realidade, justamente para evitar problemas de ordem prática. Aprenda a se controlar. Se não conseguir fazer isso sozinha, busque ajuda.

“Vou parcelar no cartão e depois eu pago”

Os especialistas são unânimes em indicar o cartão de crédito como um dos maiores vilões do descontrole financeiro. Afinal de contas, você está gastando um dinheiro que ainda não recebeu e terá que pagar a conta assim que chegar. Se atrasar, os juros são muito altos e as prestações tendem a causar um efeito “bola de neve” na dívida. Segundo Bruno Hora, a dica é ter apenas um cartão de crédito na carteira, com um limite baixo, que não comprometa mais da metade da sua renda.

“Não é que eu queira, eu preciso deste sapato!”

Essa frase é perigosa e costuma acabar com o planejamento financeiro de muitas mulheres. Acredite: você não precisa de mais um par de sapatos de salto se mal usa os que já tem em casa. Se deseja comprar um sapato, planeje-se, junte dinheiro durante dois ou três meses e faça a compra à vista. Melhor ainda: espere o item entrar em liquidação e pague menos pelo mesmo produto.

“Eu trabalho tanto, que mereço me dar um presente”

Cuidado! Justamente por ralar duro para ganhar seu dinheiro é que você deve ter critérios para gastá-lo. Você pode e deve comprar coisas que lhe agradam, mas pense antes na real necessidade destes itens. Você realmente precisa de mais um casaco preto para juntar aos outros que você já tem em casa?

“Depois eu pago, não vou pensar nisso agora”

O raciocínio aqui é simples: se você deve, terá de pagar. E adiar o problema não fará com que as contas desapareçam. Pelo contrário, isso só fará com que você pague mais juros e acabe acumulando dívidas. É muito comum que pessoas endividadas queiram fechar os olhos para os problemas financeiros, simplesmente reagindo às pressões de cobrança.

“O recomendado é buscar soluções por meio de negociações e parcelamentos. Admitir que existe um problema que está aumentando é o primeiro passo para assumir o controle da sua vida financeira.” – diz Jô Furlan.

“Vou levar, pois está em liquidação”

Eis outro caso em que o bom senso precisa ser acionado. É comum que a gente se empolgue com as promoções e termine gastando mais do que devia. Além disso, não é incomum comprar produtos por impulso que acabam sem uso. Pense bem antes de ser uma vítima das promoções.

“Mas essa marca é muito melhor do que a outra”

Todos temos predileções por determinados produtos, mas cuidado para não se deixar levar pelos apelos do marketing. Se está tentando economizar para pagar dívidas, talvez seja o momento de usar marcas mais baratas. É uma boa opção para seu saldo bancário e ainda pode fazer você descobrir produtos tão bons quanto os que está acostumada.

“Todo mundo vai estar lá. Também tenho de ir”

Seus amigos vão a uma balada muito cara? Marcaram uma viagem para a praia? Ou uma grande amiga vai casar? Talvez seja melhor deixar passar os convites e sugerir um passeio que envolva menos custo, como uma ida ao parque. No caso da amiga que vai casar, explique a situação e compre um presente simbólico. Ela irá entender.

“Todo mundo tem um desses hoje em dia”

Com os lançamentos do mercado e a lógica capitalista é natural que sempre estejamos cobiçando algum novo produto nas vitrines, seja um celular, um tênis ou um carro. No entanto, para manter a saúde financeira é preciso ir até onde você pode pagar. Se quiser um carro potente, faça um planejamento e compre-o em condições melhores após um ou dois anos. É preciso limitar o padrão de vida, aceitando que em momentos difíceis será necessário economizar.

“Odeio ficar em casa no fim de semana”

Aceite que sair sempre vai custar mais do que ficar em casa. Se você é uma pessoa sociável e que gosta de estar sempre em movimento, opte por atividades que não gerem custos muito altos, como ir até a casa de amigos ou comer uma pizza no bar perto do trabalho.

“Eu adoro presentear”

Muitas vezes a atitude de comprar coisas para pessoas que você ama é uma forma de justificar seu consumismo. Ao comprar para os outros, você não se sente culpada e pode continuar tendo a sensação prazerosa de gastar. Portanto, se a ideia é guardar dinheiro, chega de presentes. As pessoas não vão gostar menos de você por isso.

“Não gosto (ou não sei) lidar com dinheiro”

Esse é um dos piores pensamentos que você pode ter com relação ao seu dinheiro. E você não está sozinha. “É alarmante a tamanha falta de conhecimento de pais, filhos e principalmente professores quando se trata de assuntos relacionados a dinheiro. Muitos não estão preparados para ensinar”, aponta José Luiz Martins. É importante buscar ajuda profissional e informações para adquirir mais intimidade com sua vida financeira e assim poder desfrutar das coisas boas que o dinheiro oferece.

Leia mais notícias no Delas


Como decorar quartos de meninas

Maria Silvia Ferraz

Toques femininos, espelhos e boa iluminação são essenciais para criar um ambiente acolhedor e apaixonante

Criar um quarto funcional, confortável e apaixonante para as meninas não é sinônimo de muito cor-de-rosa, espaço para bonecas e frufrus. Antes de mais nada é preciso entender as preferências e necessidades de pais e filhos. “O papel do profissional é escutar os dois lados e encontrar um denominador comum. Mas levar em consideração o que a criança gosta é muito importante, afinal é ela quem vai habitar o cômodo”, explica a arquiteta Karina Korn.

Veja algumas ideias de projetos na galeria de imagens.

Claudia Pimenta e Patricia Franco brincaram com a combinação de diferentes estampas e cores. Veja como ficou harmonioso e delicado

Claudia Pimenta e Patricia Franco brincaram com a combinação de diferentes estampas e cores. Veja como ficou harmonioso e delicado

Foto: Divulgação

Lilás é a cor preferida da dona do quarto, mas a arquiteta Débora Dalanezi equilibrou-o com verde. A cama suspensa foi pensada para receber as amigas

Lilás é a cor preferida da dona do quarto, mas a arquiteta Débora Dalanezi equilibrou-o com verde. A cama suspensa foi pensada para receber as amigas

Foto: Divulgação

A arquiteta Débora Dalanezi apostou em uma bancada multifunctional, com o espelho com ar romântico. Na base da cama, nichos ajudam na organização

A arquiteta Débora Dalanezi apostou em uma bancada multifunctional, com o espelho com ar romântico. Na base da cama, nichos ajudam na organização

Foto: Divulgação

A cama suspensa foi a proposta da a arquiteta Débora Dalanezi para acomodar irmãs gêmeas no quarto com decoração floral

A cama suspensa foi a proposta da a arquiteta Débora Dalanezi para acomodar irmãs gêmeas no quarto com decoração floral

Foto: Divulgação

A arquiteta Flávia Sá optou por um tom bem forte de nas paredes do quarto de duas ‘princesas’

A arquiteta Flávia Sá optou por um tom bem forte de nas paredes do quarto de duas ‘princesas’

Foto: Divulgação

O tom escolhido para o quarto também pode estar presente nos armários, como nesse projeto da Moss

O tom escolhido para o quarto também pode estar presente nos armários, como nesse projeto da Moss

Foto: Divulgação

Neste projeto da arquiteta Márcia Brunello o clássico rosa ganha toques esportivos para agradar a adolescente praticante de boxe

Neste projeto da arquiteta Márcia Brunello o clássico rosa ganha toques esportivos para agradar a adolescente praticante de boxe

Foto: Divulgação

Embaixo da cama suspensa, a arquiteta Karina Korn instalou uma escrivaninha e uma penteadeira. Detalhe para os cestos de vime que ajudam na organização

Embaixo da cama suspensa, a arquiteta Karina Korn instalou uma escrivaninha e uma penteadeira. Detalhe para os cestos de vime que ajudam na organização

Foto: Divulgação

A arquiteta Karina Korn trouxe equilíbrio ao quarto com temática da Hello Kitty com paredes e marcenaria branca e uso moderado da personagem

A arquiteta Karina Korn trouxe equilíbrio ao quarto com temática da Hello Kitty com paredes e marcenaria branca e uso moderado da personagem

Foto: Divulgação

A arquiteta Karina Korn prova que não é preciso encher o quarto de cor para obter um bom resultado. O painel listrado ainda concentra os brinquedos

A arquiteta Karina Korn prova que não é preciso encher o quarto de cor para obter um bom resultado. O painel listrado ainda concentra os brinquedos

Foto: Divulgação

A cama encostada na parede deixa mais espaço para brincadeiras, nesse quarto com painel em tons fortes projetado por Elaine Gonzalez

A cama encostada na parede deixa mais espaço para brincadeiras, nesse quarto com painel em tons fortes projetado por Elaine Gonzalez

Foto: Divulgação

A cama com dossel e os painéis coloridos dão tom lúdico a este projeto da arquiteta Elaine Gonzalez

A cama com dossel e os painéis coloridos dão tom lúdico a este projeto da arquiteta Elaine Gonzalez

Foto: Divulgação

Por que não apostar em pinturas e grafites para fugir das tintas e papéis de parede? Ideia do escritório Tieppo e Gonzalez

Por que não apostar em pinturas e grafites para fugir das tintas e papéis de parede? Ideia do escritório Tieppo e Gonzalez

Foto: Divulgação

O quarto de bebê da arquiteta Raquel Kabbani na Casa Cor SP 2014 apostou em suaves toques de rosa sobre tom neutro e fugiu de temas infantis

O quarto de bebê da arquiteta Raquel Kabbani na Casa Cor SP 2014 apostou em suaves toques de rosa sobre tom neutro e fugiu de temas infantis

Foto: Eduardo Pozella

O projeto de iluminação deve ser prioridade no quarto. Erica Salgueiro abusou da presença de spots no teto

O projeto de iluminação deve ser prioridade no quarto. Erica Salgueiro abusou da presença de spots no teto

Foto: Divulgação

Tecidos de baixa resistência (a seda e o voil, por exemplo) devem ser evitados na decoração de um quarto de adolescente

Tecidos de baixa resistência (a seda e o voil, por exemplo) devem ser evitados na decoração de um quarto de adolescente

Foto: Divulgação

O estilo usado na decoração deve combinar com a personalidade do jovem. Quarto decorado pelas arquitetas Márcia Paixão e Rosangela Pacheco para a mostra Q&E

O estilo usado na decoração deve combinar com a personalidade do jovem. Quarto decorado pelas arquitetas Márcia Paixão e Rosangela Pacheco para a mostra Q&E

Foto: Divulgação

A tonalidade vibrante do rosa aparece em diversos pontos da decoração, mas existe a base branca de contraponto. O projeto é de Flávia de Brito Lopes e Rebeca Borin para a mostra Q&E

A tonalidade vibrante do rosa aparece em diversos pontos da decoração, mas existe a base branca de contraponto. O projeto é de Flávia de Brito Lopes e Rebeca Borin para a mostra Q&E

Foto: Divulgação

Papel de parede é sempre uma boa aposta para dar mais personalidade ao quarto. Projeto de Márcia Brunello

Papel de parede é sempre uma boa aposta para dar mais personalidade ao quarto. Projeto de Márcia Brunello

Foto: Divulgação

Mesmo usando temática do universo das meninas, a decoração deste quarto projetado por Angela Tasca fugiu dos tons de rosa sem perder em delicadeza

Mesmo usando temática do universo das meninas, a decoração deste quarto projetado por Angela Tasca fugiu dos tons de rosa sem perder em delicadeza

Foto: Divulgação

Optou pela decoração temática? Aposte em peças pontuais com a personagem para não sobrecarregar

Optou pela decoração temática? Aposte em peças pontuais com a personagem para não sobrecarregar

Foto: Divulgação

Fugir do rosa é ainda uma boa saída para estimular a convivência de irmão de sexo diferente no mesmo espaço. Projeto de Juliana Castro, Luciana Nasajon e Mabel Graham Bell

Fugir do rosa é ainda uma boa saída para estimular a convivência de irmão de sexo diferente no mesmo espaço. Projeto de Juliana Castro, Luciana Nasajon e Mabel Graham Bell

Foto: Divulgação

Mais uma opção de decoração delicada que foge do rosinha

Mais uma opção de decoração delicada que foge do rosinha

Foto: Divulgação

Segundo ela, o uso das cores de forma alegra e lúdica, a facilidade para organizar e acessar os brinquedos, além do conforto são elementos essenciais para garantir elas aproveitem bem o espaço. Para evitar que o ambiente fique óbvio ou cansativo, a arquiteta Débora Dalanezi sugere fugir dos tons bebê e chiclete, que são muito infantis e enjoam facilmente. “Gosto do rosa antigo. Misturar com vinho também é uma boa solução.”

Mais: Monte uma brinquedoteca em casa

Outra boa dica é apostar em tecido nas paredes, em vez de papel ou tinta. “Como as crianças crescem e a decoração do quarto irá mudar no máximo em 10 anos, o tecido, mesmo que pouco durável, se torna uma opção viável”, explica Débora. A grande vantagem é poder usar o mesmo material na roupa de cama ou para forrar caixas. Assim, tudo no quarto combina. Mas não exagere. Aposte em tons complementares e composês de tecidos lisos e estampas para quebrar a monotonia.

Apesar de ser essencial planejar uma cama confortável (preferencialmente com bicama), um espaço para estudos, nichos para os brinquedos e um guarda-roupa prático (com área reservada às fantasias e acessórios), encher o quarto de móveis não é uma boa ideia. Lembre-se que as crianças precisam de área livre para brincar e receber as amigas.

Móveis no tamanho adequado à idade e tapetes também ajudam a tornar o espaço mais atrativo. Assim como espelhos posicionados em lugares estratégicos, como portas de armários ou paredes, que dão asas à fantasia e à vaidade feminina. Investa ainda em um bom projeto de iluminação, tomando cuidado para não deixar muitas sombras que atrapalhem as brincadeiras. 

Leia mais:
- Organize o quarto do seus filhos
- 16 erros para evitar no projeto do quarto
- 15 dicas para renovar o quarto das crianças


Festa de casamento pode exalar o cheiro preferido dos noivos

Luciana Franca

Segundo especialista, a aromatização cria um forte vínculo entre os convidados e o celebração do grande dia

Um novo detalhe está invadindo os casamentos. Literalmente. Os noivos já podem aromatizar festa com seu cheiro preferido. “O objetivo da aromatização é criar um vínculo emocional forte entre os convidados e o evento”, diz Fanny Moreau, perfumista da Mon Absolu.

O perfume pode ser borrifado (manualmente ou com vaporizador automático) na cerimônia, na entrada do salão, na pista de dança e nos banheiros. Também pode colocado no sabonete líquido e no hidratante de mãos nos banheiros.

Mas os noivos ainda conseguem reforçar a memória olfativa dos convidados antes e depois da festa. O perfume pode ser aplicado nos cartões de save the date, nos convites e também distribuído como lembrancinhas, em solução alcóolica ou em perfume sólido, ao final da celebração.

A Mon Absolu oferece várias opções da linha Infinité, desenhada exclusivamente para eventos sociais, mas a mais pedida é a Carpe Diem, fragrância floral fresca com uma nota borbulhante de champanhe.

“Quando criamos a fragrância, imaginamos o momento tão especial do brinde de champanhe e o início da festa. Além disso, é uma fragrância unissex, que pode ser aproveitada por todos”, explica Fanny. Mas para quem quiser criar uma fórmula exclusiva para o grande dia, desenvolvida por um perfumista, a Mon Absolu cobra uma taxa de R$ 2,4 mil.

Fanny ensina regras básicas da aromatização de uma festa para não dar dor de cabeça nos convidados.

“A fragrância precisa ser sutil e elegante. Então, recomendo que os noivos sejam orientados por profissionais que podem propor um produto adaptado a sua festa. Outro ponto importante é evitar misturar vários cheiros para não poluir o olfato dos convidados.”

Também é importante levar em consideração a possibilidade de ter convidados alérgicos na festa“.

No caso da nossa empresa, podemos elaborar fragrâncias hipoalergênicas ou seja que não possuem ingredientes que causam alergias.”

Serviço:
Mon Absolu
www.monabsolu.com.br
t
el: (11)  2371-5999


Página 1 de 13212345678...203040...Última »